Além de receber dívida por Victor, Grêmio quer que o Atlético-MG não contrate por 2 anos

Foto: Flickr Oficial do Atlético/MG

Foto: Flickr Oficial do Atlético/MG

O Grêmio está muito próximo de receber uma boa grana por conta de dívida antiga com respeito ao goleiro Victor, que se transferiu para o Atlético-MG em 2012.

O Tricolor quer, além da penhora da venda de Lucas Pratto, que vale R$ 10,5 milhões, fazer com que o Galo não contrate novos jogadores por 2 anos. O Grêmio já entrou com uma sanção.

A sanção enviada à CBF e baseada no artigo 67 do Regulamento Nacional de Registro de Transferência do Atleta, que diz:

Art. 67 – Em cumprimento ao Art. 12, dispositivo vinculante do Regulamento sobre Estatuto e Transferência de Jogadores da FIFA, é dever dos clubes cumprir, tempestivamente, as obrigações financeiras devidas a atletas profissionais ou a outros clubes, nos termos dos instrumentos que firmarem em si.

Em entrevista exclusiva à reportagem do Esporte Interativo, o advogado do Grêmio, Nestor Hein, explicou:

É uma sanção. Não tem nada a ver como uma ação judicial. Ação judicial é quanto você quer cobrar o valor. Esse não. Isso visa sancionar para que o Atlético não continue, ao não pagar um co-irmão seu, que são os times brasileiros, tendo uma vantagem indevida em cima de outros clubes. Se for punido, ele vai pode contratar quem ele quiser, mas não pode inscrever jogador. A sanção foi feita e a CBF vai ouvir o Galo no caso também. Se entender como o Grêmio entende, essa interpretação do artigo 67, pode acontecer a punição. Tudo vai depender de como a CBF vai se portar neste caso. Nós esperamos que seja como nós imaginamos”.

O jeito agora é esperar e ver o que vai acontecer. A tendência é que nos próximos dias isso tudo deve chegar ao fim e o Grêmio receber aquilo que merece.

1 Comentário

  1. Avatar RUBENS 22 de fevereiro de 2017 Reply

Adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *