Cuidado! IVI está fazendo de tudo para motivar o Lanús

Lanús está na final da Libertadores depois de dois duelos dificílimos contra adversários argentinos. Entretanto, as partidas de ida, jogando fora de casa, preocupam muito o técnico Jorge Almirón.

— Precisamos mudar de postura nesta final contra o Grêmio. Precisamos mudar o que fizemos nos jogos de ida contra San Lorenzo e River Plate (derrotas por 2 a 0 e 1 a 0). Temos condições de ganhar em Porto Alegre — afirmou o treinador em entrevista a Rádio Late, da Argentina.

O treinador elogiou a postura dos seus atletas contra o River Plate e disse que, mesmo não estando muito bem na tabela do campeonato argentino (10º colocado), vai ter que começar a poupar jogadores. Neste sábado, às 15h, a equipe encara o Olimpo em casa com apenas três titulares relacionados.

— Hoje, a minha cabeça está no Olimpo. Queremos seguir competitivos na Argentina. Por mais que estejamos na final da Libertadores, precisamos ter seriedade no campeonato nacional. Me doeu perder de 4 a 0 (para o Huracán na última rodada, também preservando jogadores) — confessou.

Para o compromisso de amanhã, apenas Velázquez, Martínez e Sand estão relacionados. Mesmo concentrados, o trio deve iniciar a partida no banco de reservas.

Antes disso o treinador tinha achincalhado o Grêmio

“O importante é que uma equipe argentina vai chegar à final. Vi o Grêmio, se nós passarmos do River, não vai ser tão complicado. Eu, pelo menos, vejo assim”, declarou o treinador.

– Dessa chave sai o campeão da Copa? – perguntou o repórter.

– Assim é, de verdade – reforçou Almirón.

Antes de pensar no Grêmio em uma possível final, o técnico precisa se precisa se preocupar com o River Plate. O time granate perdeu o jogo de ida no Monumental por 1 a 0. O duelo de volta será nesta terça, às 22h15 (de Brasília), no La Fortaleza. Almirón está confiante para o confronto com o Millonario.

– A gente quer ganhar e jogar bem, mas as finais, temos que ganhá-las. O River é muito grande, jamais faltaria respeito aos torcedores, só disse que não nos sentimos dominados (no jogo de ida – analisou.

Aos 46 anos, Jorge Almirón está no Lanús desde o meio de 2015. Ele é responsável pelo sucesso recente da equipe, que foi campeã argentina em 2016 e campeã da Supercopa Argentina no mesmo ano, diante do próprio River Plate. Para ir a uma inédita decisão da Libertadores, o time precisa vencer por dois gols de diferença ou bater o rival por 1 a 0 e decidir a vaga nos pênaltis.

A IVI está motivando o Lanús

 

Alguma dúvida que foram eles que enviaram pra imprensa argentina? 1 min de diferença nas postagens, que coisa bem ridícula!

2 Comentários

  1. Luiz vICTOR 6 de novembro de 2017 Reply
  2. Pedro 6 de novembro de 2017 Reply

Adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *