5×0: Prova de que o futebol não nasceu em 2006

Foi em 09 de agosto de 2015 (5 X 0). Lembro desse dia como se fosse ontem: Domingo, de sol, dia dos pais e o jogo foi a noite. Era um domingo quente, para os dias de agosto.

 

A “centena” 407 vai ser esquecida. A IVI não fala porque dói.

 

A torcida do Grêmio pode comemorar duas goleadas em GRE-nadas, em menos de um ano.

 

Existem várias “centenas” de grenais que foram varridos, mas este é o mais emocionante, pois começou a endurecer a virada de chave.

 

 

 

 

Vamos lembrar algumas centenas esquecidas pela IVI:

 

153

O chocolataço de 5 X 1 nos Eucaliptos em 1.960

 166

Foi em 01 de maio de 1.963.Marino foi último jogador a fazer 4 gols em um clássico. Este GRE-nada foi varrido pela IVI.

 

                                           187
A centena 187 doeu muito na IVI. Foi no dia 02 de junho de 1.968. Os  4 X 0 no Grenal do hepta.
                                           236
A centena 236 não tem registro na imprensa esportiva.Foi a maior goleada em grenais da história do Beira-Rio.
4 X 0 no Beira-Rio.Sumiram (também) com esta centena.
São dezenas de GRE-nada que o Grêmio venceu e a IVI jogou no ralo. Eles não falam porque dói, mas a torcida do Grêmio é muito maior e manda no Sul.
O GRE-nada 407 vai ser abolido da história do futebol gaúcho, pois dói neles, porque só nós podemos dizer que ganhamos um GRE-nal com cinco gols de diferença para cima.
Hoje é dia de comemorar, sim.

 

Temos mais GRE-nais, pois contando desde 1909, o Grêmio ganha. Mas a IVI tem memória seletiva e tenta levar vantagem para o lado deles.

 

Isso mostra que, junto com o nosso número de torcedores, que é a maior do Sul, aonde é Grêmio e os times de São Paulo e Rio (que é uma vergonha para o clube do aterro), unindo com as nossas taças, mostram a nossa história.

 

O Alisson, levou mais gols que o Danrlei que jogou dez anos no Grêmio. O Luan, nosso ídolo, é o homem GRE-nal, tendo uma média altíssima.

 

O Inter devia ter vergonha disso, pois foi o Gre-nada do “fato novo”. Eles sempre tem esse discurso barato. O atual técnico do Inter, presenciou essa derrota vergonhosa.

 

Não precisamos de ”chicos colorados”, para podermos vencer GRE-nais.

 

Quem não se lembra, que em 2008, D’alessandro caiu em cobrou uma falta rápida, no qual resultou em gol do Inter no Gre-nal do aterro. Já no outro ano, na decisão da Copa do Brasil de 2009, na qual o Grêmio tem cinco e o Inter tem só uma, Ronaldo cobrou uma falta rápido, igual ao lance de 2008, e resultou em gol do Corinthians. O pessoal do Inter reclamou de que ‘o lance foi roubado’. Isso é incoerência e beira ao mau caratismo.

 

O Gre-nal de 2008, tiveram três gols impedidos pro lado deles. Depois pagaram, provando do próprio veneno.

 

Em 2018, no Gre-nal do Brasileirão, o Grêmio teve dois pênaltis sonegados. Eles lá, disseram que ”isso era coisa do árbitro”. Mas, no jogo entre América-MG x Inter, o jogador do América teve um lance igual ao que reclamamos que foi mão na bola, do jogador Victor Cuesta do Inter. O que eles fizeram? Reclamaram. São incoerentes.

 

Falavam dos “15 anos sem título”, mas comemoravam Gauchão. Oras… Se Gauchão vale, então o Grêmio ficou seis anos sem ganhar nada, mas não quinze.

 

Mas, não comemoramos mesmo, pois queremos jogar na cara de um por um que quis dizer isso.

 

Se o ano acabasse hoje, nesse 09/08/2018, nós terminaríamos o ano com um título, da Recopa e duas varreduras em GRE-nais. E os colorados?  Não ganhariam nada.

 

O certo é que no final, nós rimos por último.

 

O papai está aqui!

 

O Grêmio é grande, o Grêmio é forte!

 

Fonte: http://cornetadorw.blogspot.com/

 

 

 

2 Comentários

  1. [email protected] 11 de agosto de 2018 Reply
  2. Roberto 11 de agosto de 2018 Reply

Adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *